O propósito divino

Anúncios

A Princesa Preta e a Avon: Repensar o elogio?

Princesa Angela de Litchtenstein e seu esposo Maximiliam.

A foto desta postagem é de sua alteza soberana Angela de Litchtenstein, princesa do principado de mesmo nome.

Litchtentein é um país constituído em forma de monarquia e localizado na Europa. Ele configura entre os mais prósperos e pacíficos do mundo.

A menina preta que cai na conversa midiática de repensar o elogio só porque no imaginário das pessoas mais simples, a “princesa clássica” tem cabelo louro, cai numa esparrela sem precedentes e se submete a uma espécie de programação mental que a escraviza culturalmente, pois lhe aponta como exemplo, coisas reptilianas como valorosas.

Ao invés de reafirmarmos nossa identidade como seres humanos em primeiro lugar e depois, beber das fontes históricas que nos revelam pretos e pretas heróicos, boa parte da comunidade negra prefere encontrar glória na pixação do Brooklyn ou nos pancadões eróticos das favelas.

NÃO! Há toda uma história de reinos sublimes, de dinastias etíopes com imperatrizes e imperadores a artistas, esportistas e estadistas que possuiam um bom drive de melanina na pele.

*

Insta/Twitter/Snap: @julioservo